Enviando sua mensagem...

Arquivo anexado

Economia

Dicas estratégicas para negociação de grãos

Compartilhe:

Como conseguir comercializar meus grãos a um bom preço?

A cada safra, os produtores de grãos se perguntam a mesma coisa: será que vou conseguir comercializar meus grãos a um bom preço? 


Além dessa, existem outras dúvidas que giram em torno da cabeça do agricultor em relação à comercialização de grãos que vamos esclarecer abaixo. Continue conosco até o final deste texto para saber coisas como: fatores que interferem na comercialização de grãos; melhor época para comercializar seus grãos e as modalidades de comercialização, entre outros tópicos.


O mercado de grãos nem sempre é preciso, devido a fatores como a instabilidade do clima e grande volatilidade de mercado que move os preços de mercadoria a cada período. Em meio a um segmento tão oscilante, o agricultor que tem cautela, conhece os custos de sua produção e se prepara para a comercialização, é o que mais tem chance de conseguir boas vendas independente do momento. 





Quais fatores interferem no preço dos grãos na hora da comercialização?

Principalmente no caso da soja, trigo e do milho, a oferta e a demanda ditam o ritmo da comercialização. Isso porque eles são considerados commodities -  produtos que funcionam como matéria-prima - pois possuem um baixo grau de industrialização e grande volume de produção.


Desta forma, o preço desses produtos sofre grande influência do volume consumido e do montante desse tipo de insumo que é ofertado no mercado. Sempre que existir falta ou excesso deles, tanto no mercado nacional como internacional, será possível sentir o impacto na comercialização destes grãos. 





Quais são as principais modalidades de comercialização de grãos? 

Não existe só uma forma de vender seus grãos. No mercado, são inúmeras as modalidades que podem garantir alguma rentabilidade, e a diversificação pode diminuir seus riscos. Confira abaixo algumas delas: 


Operações “mercados futuros”:


- Barter

Nessa modalidade, o agricultor troca seus grãos por insumos em geral. É um tipo de negociação que deve acontecer com antecedência e não envolve dinheiro.


- Hedge

Também conhecida como operação a termo, aqui os preços são fixados antes da venda. O objetivo é proteger o valor dos grãos devido à grande instabilidade do mercado.


- Pré-fixação

Aqui, os grãos são negociados com alguma cooperativa ou empresa e “congela” preços. Normalmente o produto é entregue fisicamente. 


- Pré-pagamento

O comprador paga adiantado em dinheiro para o produtor e este, por sua vez, se compromete a entregar o produto fisicamente. Nessa modalidade, há cobrança de juros.


- Venda a fixar

Pouco utilizada, essa operação é interessante apenas para momentos de preços ruins da soja. Aqui, o pagamento pelo grão é feito de maneira antecipada, mas a negociação desconta juros até a entrega do produto. O valor que resta entre o que foi pago antecipado e os juros cobrados vira a remuneração do agricultor.


Outras operações:


==> Aplicativo Agrofel

O Agro é também digital! Assim, inúmeras empresas que atuam na comercialização de grãos, trabalham via sites, redes sociais e aplicativos. Alinhado a essa realidade, a Agrofel possui o Agrofel Digital: um aplicativo que auxilia no dia a dia do agricultor na gestão da lavoura, funcionando como um canal ágil de informações sobre os grãos e de interação direta com a gente.


Com a funcionalidade venda noturna, o produtor que fica na lavoura o dia inteiro e não tem tempo disponível para negociar seus grãos em horário comercial, tem à sua disposição um horário diferenciado, por meio da venda noturna disponível no aplicativo Agrofel Digital


Além do horário de vendas, outro diferencial do aplicativo Agrofel é que o produtor não precisa ser cliente da casa. Para esse benefício, basta acessar a tela inicial do cliente no aplicativo e selecionar a opção "chat venda de grão". Ao clicar nesta opção, ele é redirecionado para o chat onde poderá falar com o time de grãos para fazer a negociação.


Entre as ferramentas que oferecemos, está o controle de entradas de grãos; saldo de grãos a comercializar; cotações do dia e venda de grãos. Tudo isso para garantir mais autonomia ao produtor nas suas operações de venda.





Existe uma melhor época para comercializar diferentes tipos de grãos?

Não. Como citamos acima, o mercado de grãos é oscilante, e muita coisa vai depender do tipo de grão produzido (arroz, trigo, milho, soja...).


Mas adotar algumas estratégias pode ajudar a decidir qual é o melhor momento para vender seu grão:


- Planeje com antecedência a sua venda;

- Procure não vender todos os seus grãos de uma só vez. Espalhe o risco! 

- Se conseguir assegurar uma margem de lucro que lhe beneficie, considere vender uma porcentagem de seus grãos de forma antecipada;

- Armazene ao menos um pouco de seus grãos para vender na entressafra;

- Fique atento às oscilações do mercado externo e interno.





Como o serviço da Agrofel ajuda os produtores na comercialização de grãos?

Atuamos desde 1977 no agronegócio, trabalhando com recebimento, armazenagem e a comercialização de soja, milho e trigo. Além de contar com anos de experiência, oferecemos aos nossos clientes modalidades de troca de grãos por insumos com qualidade e segurança. Possuímos unidades de recebimento de grãos situadas nos principais pólos agrícolas do Rio Grande do Sul.


Além disso, garantimos a agilidade e eficiência da entrega e controle de prazos. A área de logística é responsável pelo embarque, movimentação e desembarque dos produtos, garantindo competitividade e agilidade em todos os períodos do ano.


Estratégias, planejamento adequado e auxílio de um gestor, podem ajudar muito o produtor agrícola a delinear bons caminhos para uma comercialização lucrativa! Afinal, após tanto esforço para garantir uma boa safra, é preciso que a venda também seja rentável.


A equipe Agrofel está completamente preparada para assessorar o produtor rural em todas as suas fases, do plantio à venda de produtos, com qualidade, segurança e experiência de mercado.


Agrofel

Há mais de 43 anos no Rio Grande do Sul ao lado do agricultor do plantio a colheita com soluções integradas para a busca de altas produtividades.

Atendimento

Central de Atendimento

Fone: 55 51 3326-5000
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
Matriz: Avenida Bagé, 1430 | Bairro Petrópolis | Porto Alegre | RS | CEP: 90460-080

Associados

Canais de Denúncias